Vou relatar aqui um fato real que aconteceu comigo e um vizinho. Alterei seu nome apenas por questão de privacidade.

– João: Olha eu não sei não, investir no título do Brasil… e se o Brasil quebrar?

– Vê só, se o Brasil quebrar (o que é quase  improvável) pode ter certeza que algumas coisas quebram antes. Ex: você, restaurantes, shoppings, comércio, bancos e por último o Brasil. Outra coisa, para dívida interna o governo consegue imprimir moeda e te pagar mesmo quebrado. A dívida do tesouro para pessoa física brasileira é 1% dos títulos do tesouro. Então, relaxa!

– João: Eita que mentira.

– João, quem empresta dinheiro para os empresários na maioria dos casos são os bancos e os bancos investem grande parte do seu patrimônio no tesouro nacional. Por que tu acha que o banco investe lá? Por que tem risco?

– João: Opa, esses bancos são danados! Quero investir pelo meu banco no tesouro.

– Tenta a sorte! Eles ganham com isso na tua aplicação de poupança, CDB… Liga pro teu gerente e tenta. Acho difícil, pois até hoje não vi um gerente oferecer ou não colocar dificuldade. E se tu conseguir vai pagar uma taxa absurda.

– João: Vixe…Como eu faço então?

– Abre uma conta na corretora.

– João: Como?

– Ve aí abaixo.

1. Abrir conta em um corretora

– João: Eu que não vou abrir, depois a corretora quebra e eu perco o meu dinheiro.

– Mito! Se a corretora quebrar seu dinheiro estará no tesouro nacional sobre a gestão da BM&F depositado lá e não na corretora. A corretora, assim como um corretor de imóvel, recebe corretagem. Nesse caso, ela é seu agente de custódia e recebe tal taxa para isso. Se a sua corretora quebrar, troque seu agente de custodia. Simples assim.

– João: Ahhhh tá. Então qual corretora devo abrir?

– Pelo site do tesouro você consegue ver o ranking das que mais transacionam com o tesouro. Clica aqui.

– João: Mas quais são elas?

– As duas que mais transacionam são a Easynvest e Rico.

– João: Boa! E as que você tem?

– Easynvest, Rico e XP. A abertura, em média, dura no máximo de 2 a 3 dias.

2. Transferir da sua conta do banco para a sua conta da corretora.

Depois de finalizada a abertura, você recebe o número da sua conta da corretora. Daí, é só fazer um transferência para mesma titularidade (TED) e em no máximo uma hora o dinheiro estará na conta da corretora.

– João: Vixe… mas e se o dinheiro não for?

– Com certeza absoluta a primeira transferência vai ser a hora mais angustiante da sua vida, isso acontenceu comigo e com milhares de pessoas. Mas é que nem injeção, depois passa. Se acontecer algo veja se você cadastrou corretamente no seu banco o número da corretora. Não tem bicho de 7 cabeças aqui.

3. Aplicando no tesouro

– João: Eita, entrou aqui na corretora!! E agora, onde aperto, como faz, cadê, cadê, cadê?!?!?!

– Calma João rsrsrs, vamos lá. Os sites de modo geral são bem intuitivos, não tem muito segredo para navegação. Mas, procure a aba tesouro direto ou renda fixa que irá aperecer lá o produto, aí é só clicar em cima.

– João: Opa apareceu aqui! Agora tem muita opção, puts… compro qual meu velho?!?!?!

– Então João, essa é a hora que você determina as suas escolhas, já não posso decidir por você mas posso te dar algumas dicas. Vamos lá:

  • O Tesouro Direto tem alguns produtos de Longo, Médio e Curto prazo.
  • Todos os produtos do tesouro tem liquidez, ou seja, você consegue resgatar sem carência.
  • Existem produtos Pós, Pré e Misto (Pré +Inflação).

– João: Pronto… agora complicou mais ainda ?!?!?

– Exato, por isso que antes de sair investindo que nem louco tem que enteder um pouco, senão vai ficar achando que fez a escolha errada. Pra te ajudar:

  • Se você precisar do dinheiro para amanhã e tem certa urgência no curto prazo: Tesouro Selic, pois irá render diariamente.
  • Se puder esperar mais um pouco tem produto para 2019 com rentabilidade boa no Pré e no Misto. Atenção que esses produtos pagam a rentabilidade acordada no vencimento, mesmo podendo tirar antes. Se tirar antes, não irá retornar o mesmo valor acordado pois sofrem variações no tempo pela economia.
  • Se quiser pensar em aposentadoria ou plano de longo prazo tem produto para 2024 e 2035 que são ótimos. São a melhores formas de acumulo de patrimônio, pois entram na bola de neve dos juros compostos.

– João: Ahhh… Entendi! Quero só ter uma reserva de emergência mesmo.

– Agora, atenção João! Estamos falando do tesouro direto e neste momento da economia é um puta produto com a taxa Selic Alta, tem que se ligar daqui a alguns anos se o juros baixar podem existir outros produtos bons no mercado.

– João: Blz, vou começar a estudar um pouco então.

– Melhor resposta!

4. Certificação

– João: Tá, mas vê só… como vou saber se a corretora aplicou meu dinheiro mesmo?

– Quando você faz a aplicação da corretora o título fica sobre a gestão da BM&F pelo portal CEI (Canal Eletrônico do Investidor). Depois que a compra do título for efetivada é só dar uma checada no portal do CEI para ver se consta lá que a corretora trafegou 100% do seu pedido. Eu mesmo confiro um vez por mês.

– João: Show! Valeu pela ajuda!

– João, volta aqui… Não é pra ficar viciado e jogar todo dinheiro lá. Vai curtir também, gastar e viver. Separa um pedaço, faz tua estratégia de investimento e com paciência as coisas acontecem. Gastar dinheiro faz parte do investimento na vida presente.

Boa sorte, amigo!

Participe! Deixe seu comentário e amplie a discussão.